Doenças de Transmissão Sexual


Doenças sexualmente transmissíveis (DST's) são doenças infecciosas que se transmitem essencialmente (porém não de forma exclusiva) pelo contato sexual.

Para se ter uma idéia da prevalência e importância da questão em saúde pública, apenas no ano de 1996 a Organização Mundial da Saúde estimou que mais de um milhão de pessoas estavam sendo infectadas diariamente - com cerca de 60% dessas infecções incidindo em jovens com menos de 25 anos de idade.

Vários tipos de agentes infecciosos (incluindo vírus, fungos, bactérias e parasitas) estão envolvidos na contaminação por DST, gerando diferentes manifestações clínicas sistêmicas e/ou genitais como feridas, corrimentos, ínguas, bolhas e verrugas.

Algumas DST's são de fácil tratamento e de rápida resolução quando adequadamente tratadas. Outras, contudo, são de tratamento mais difícil ou podem permanecer latentes, dando a falsa sensação de melhora por vezes experimentada pelos pacientes. As mulheres representam um grupo de atenção especial, visto que em diferentes casos de contaminação os sintomas levam tempo para se manifestar ou mesmo se confundem com reações próprias de seu organismo. Isso exige das mulheres, em especial aquelas com vida sexual ativa - independente da idade - consultas periódicas aos serviços de saúde.

Deve-se ter em mente que certas DST's, quando não diagnosticadas e tratadas em tempo hábil, podem evoluir para complicações bastante graves como infertilidade, infecções neonatais, malformações congênitas, câncer ou até levar a óbito. Assim, diante de qualquer suspeita, a busca por uma avaliação médica especializada deve ser imediata.

A automedicação deve sempre ser desencorajada e é inclusive considerada muito perigosa, uma vez que pode fazer com que os sintomas da doença sejam camuflados ou mesmo diminuir a eficácia dos antimicrobianos necessários para o tratamento correto.

Finalmente, reforçando, o uso do preservativo (camisinha) é ainda considerado a única medida eficiente para se prevenir da contaminação por DST's e impedir sua disseminação.


  Voltar